junho 20, 2005

Funchal…minha cidade (2)

Funchal…minha cidade
Esse corpo despido pelo sol da manhã
Vestido pelo luar e o céu estrelado
Que vem sentar-se à tua cabeceira
E docemente segreda-te um fado…

Cidade que me fascina
Bocado de terra assassina
Que persegue a tristeza em cada esquina
E com um raio de luz intensa
Faz nascer um sorriso pela sua presença.

Funchal tu és beleza
Com um rosto de amizade
De braços abertos ao mundo
No horizonte que passa ao fundo…
E quando choras de alegria
Tuas lágrimas são de fantasia
E brilham como as estrelas
Fazendo a noite ser um novo dia.

Funchal, os teus cabelos são macios
E quando passeio por ti
Dos teus recantos nascem rios…
Caminham sorrindo sem ter fim
Esses rios vagabundos em mim
Momentos infindáveis criados em ti…

És tu que me viu nascer
És a cidade que quero ver crescer
Enquanto te percorro, crescendo
E te vejo ser eterna enquanto me vês morrendo…

Madeira…Terra do meu coração
Funchal…Cidade minha até à exaustão
Que pinto nos meus sorrisos
Que relembro nos tempos sem verão
Que me assaltam de saudade;
Saudade de um dia te perder,
Te perder de vista minha cidade…


Catarina Alves/m0rena23

4 Recados:

Em 9:37 da manhã, Anonymous Anónimo escreveu...

Fiquei com vontade de ai ir:)
Um bonito poeta, parabéns

baci*
Rose

 
Em 11:32 da manhã, Blogger Uma estrela errante escreveu...

Belo poema!
Tenho saudades de te ler.

Beijo meu

singularidade

 
Em 1:12 da manhã, Blogger Poesia Livre escreveu...

Cathy,
Um bom poema, uma linda cidade, lindas luzes, mas...(um mal educado dirigente)!!!!
Gostei do poema Cathy e tenho saudades de ir à Ilha da Madeira, tem lindos recantos e um deles (Porto Moniz) um dos caminhos mais lindos de se fazer na Madeira!
Obrigado Cathy
{{coral}}

 
Em 4:38 da tarde, Anonymous Anónimo escreveu...

Gostei do poema Cathy...

Está muito Bonito...

Um beijo.

Artur Rebelo

 

Enviar um comentário

<< voltar