junho 13, 2005

Viajo pela minha terra (1)

Viajo pelos rios, vales e montanhas
Viajo pelo sol, pela lua e estrelas.
Caminho por estradas com curvas
Caminho por estradas rectas
E reencontro-me na minha terra
A viver e reviver as minhas aventuras
Aventuras de criança, de adolescência
E agora viver a vida de adulta
Encontra-se buracos mais fundos
Encontra-se outros menos fundos
Mas ultrapasso todos bem ou mal
Encontra-se um sorriso de uma criança
Sorriso esse que me enche a alma
E o meu coração volta a bater mais forte
Para enfrentar novos buracos, novas pedras
Ergo minha cabeça e procuro novas terras
Mesmo que me volte a encontrar nesta
Que será sempre a minha linda terra

Marisocas

3 Recados:

Em 10:26 da tarde, Blogger Poesia Livre escreveu...

Marisocas,
Cantar recantos...e encantos de Seia é ouvir o cantar dos passarinhos pela manhã, é ouvir a água que brota de tudo quanto é sítio.
Adorei ler este poema e fiquei com a lagrimita a correr.. porque já tenho saudades!
Um beijo da
{{coral}}

 
Em 6:30 da tarde, Blogger Uma estrela errante escreveu...

Lindo, lindo!
Obrigada pela partilha!
Gostei muito.

beijo meu

singularidade

 
Em 8:32 da tarde, Anonymous Anónimo escreveu...

é sempre bom saber que o blog continua a andar

Belo poema Marisocas

um bem hajas por tao grande beleza**

Rose

 

Enviar um comentário

<< voltar